A importância do consumo consciente na Páscoa, Hoje e sempre

 

#pascoaconsciente

 

 

A Páscoa está chegando e com ela, os ovos de chocolate. Isso é uma coisa boa ou ruim? Depende. Depende de como você e sua família escolheram lidar com as datas comemorativas, seus simbolismos e comemorações.

Vamos falar sobre consumo, educação e afeto?

Existe uma corrente que afirma que os ovos de páscoa com personagens infantis são uma ofensa a dignidade da criança e por isso deviam ser proibidos. Que o fato de haverem ovos com brinquedos e personagens é uma violência mercadológica contra a criança.

Vamos lá:

Concordamos com o argumento de que criança é prioridade, que precisa de proteção, não é consumidor e portanto, NECESSITA DE ORIENTAÇÃO E EDUCAÇÃO PARA O CONSUMO.

Para isso, um conjunto de práticas se torna necessário:

  • 1- Educação para o consumo em casa e na escola
  • 2- Práticas éticas e responsáveis por parte do mercado
  • 3- Diálogo transparente, coerente e respeitoso entre a sociedade e da sociedade com as crianças
  • 4- Aplicação das normas existentes para com as práticas mercadológicas
  • 5- Bom senso e equilíbrio de todos os envolvidos

Respeitando esses pilares estaremos em linha com as práticas de países que como o Brasil, adotam um sistema misto e eficaz de controle para a Publicidade Infantil e assim, preservando uma relação justa e respeitosa entre mercado e consumidores.

De que forma agir quando você entra no supermercado com seu filho e ele encontra aquele túnel de ovos reluzentes pendurados? Vou aqui levantar algumas hipóteses:

Se você e sua família tiverem o hábito de conversar sobre o consumo e a necessidade de consumir de forma responsável, você vai poder dizer para o seu filho que sim a Páscoa está próxima e que com ela, chegam também os ovos de Páscoa. Que vocês como família, poderão fazer as seguintes escolhas:

  • 1- Escolher um ovo de Páscoa do seu personagem preferido
  • 2- Escolher um ovo de Páscoa de um pequeno produtor pois desta forma estarão contribuindo para a economia local
  • 3- Escolher doar um ovo (seja ele qual for) a alguma criança carente que não o receberá, uma vez que a criança ganhará ovos dos avós, padrinhos, tios, etc.
  • 4- Trocar o ovo de Páscoa por algo simbólico e representativo para a criança, uma vez que ela não consuma chocolate

Sendo assim, não é necessário entrar em pânico, nem tampouco fugir do supermercado nesta época do ano. É importante como educador, usar as épocas comemorativas como essa, para fortalecer a capacidade das crianças de se tornarem críticas em relação ao que lhes é apresentado na sociedade. É importante ensinar as crianças a exercitarem o bom senso. É importante lhes mostrar que elas podem e são capazes de entender o que bom ou não para elas.

Tudo isso pode e deve ser feito de modo equilibrado, natural e constante. Seu filho pode e deve ser capaz de fazer parte do mundo em que vivemos sem extremismos. De forma consciente e inclusiva. Colocá-lo numa bolha anti-tudo não é saudável para ele. Não é natural.

Se você ensina seu filho por exemplo, que ele não deve consumir doces porque eles não são saudáveis, provavelmente no momento que ele questionar os ovos de Páscoa e você explicar, vai partir dele a iniciativa de preferir consumir algo que sabe ser bom e saudável para ele do que o chocolate. Naturalmente. Sem alardes, extremismos, guerras ou desespero.

Já é sabido que uma criança responde positivamente ao que lhe é ensinado. Educar seu filho para escolher um alimento é mais saudável que o outro (independente de ter um personagem na embalagem ou não) é uma responsabilidade diária, constante e que faz parte do papel de ser pai, mãe e educador.

Independente de lei, norma, senso coletivo ou individual. Nada deve nos tomar o direito e o dever de orientar nossas crianças.

Acreditemos no que quisermos acreditar, nenhuma data comemorativa deve ser pretexto para o consumo desenfreado. Seja ela Páscoa, Natal ou Aniversário. Se você constrói a educação dos seus filhos baseada em valores como amor, fraternidade, respeito, ética e consumo consciente, com certeza não vai se preocupar se um produto está sendo vendido com esse ou aquele personagem.

Porque suas mensagens de consumo, valores e moral estão sendo passadas diariamente. Diariamente debatidas, construídas, elaboradas. Eu prefiro fortalecer e empoderar do que isolar, proteger e anular.

Em que mundo uma criança que não aprende desde cedo o valor de suas escolhas, o direito de existirem opiniões contrárias vai viver?

Aproveite a Páscoa porque:

  • – O seu exemplo é o maior ensinamento para seu filho
  • – É uma oportunidade de ensinar que não há problema de alimentação estar ligada a diversão. Se na maior parte do tempo você tem uma alimentação balanceada e saudável, não é uma data comemorativa que vai derrubar o modelo nutricional da sua família.
  • – Bom senso e equilíbrio são importantes para uma vida feliz
  • – Curtir e celebrar a Páscoa ou qualquer data comemorativa da maneira que fizer mais sentido para você e sua família é divertido e uma delícia!
  • – Aprender a fazer escolhas faz parte de uma educação equilibrada e fortalece a formação

Então, vamos aproveitar o advento da Páscoa para principalmente estarmos em família, celebrar o amor, a fraternidade, a tolerância e a felicidade. Simples assim.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s